logo copy.png

O que oferecemos

14 - Psicoterapia Infantil.jpg

Psicoterapia Infantil

 

A psicoterapia infantil tem por objetivo fornecer um espaço adequado onde a criança possa expressar suas emoções e conflitos por meio de atividades lúdicas. Assim como os adultos, as crianças também experimentam emoções que as levam ao sofrimento psicológico podendo desencadear sintomas como tristeza, raiva, angústia e agressividade que podem gerar quadros depressão e stress infantil.

 

Estes fatores afetam o desenvolvimento nas diversas esferas da vida da criança que não necessariamente apresentam problemas com baixas notas escolares, mas problemas emocionais e/ou comportamentais tais como déficit de atenção e concentração, agressividade, agitação ou passividade.

 

O psicólogo por meio da psicoterapia infantil (ludoterapia) com a técnica do brincar consegue ajudar a criança a expressar seus conflitos, enfrentar dificuldades, desenvolver habilidades no enfrentamento dos conflitos internos, além de interagir de maneira positiva com a família, escola, sociedade e na vida.

 

Todo atendimento infantil tem início com a avaliação psicológica para identificar a real demanda do atendimento, identificando os principais recursos que a criança possui e suas dificuldades. O processo de avaliação ocorre, em média, em quatro sessões.

 

 

9 - Psicoterapia Adolescente.jpg

Psicoterapia Adolescentes

 

O foco da psicoterapia do adolescente está em leva-lo a reflexão a respeito de si mesmo e promover o autoconhecimento, compreensão das mudanças que ocorrem durante a adolescência e o entendimento destas alterações, tanto físico como emocional, oferecer apoio para as questões especificas da própria fase como ansiedade, insegurança, dificuldades nos relacionamentos tanto interpessoais como familiares, dificuldades nas tomadas de decisões como por exemplo o momento de fazer a escolha da carreira profissional.

 

Todo adolescente vive o processo de questionamento pelas mudanças caracterizadas por transformações do corpo onde lhe é inédito. Mudança corporal, gestos, pensamentos, sentimentos, emoções, desejos, valores, objetivos e responsabilidade, todos esses fatores levam o adolescente à busca da sua própria identidade. É nesse momento que surge a necessidade de autoafirmação com tendência grupal, de intelectualização e fantasias.

 

Podem surgir ainda crises religiosas e atitudes sociais reivindicatórias, nesta busca o adolescente pode se ver diante de baixo rendimento escolar, isolamento de amigos, de atividades que antes eram atraentes e por vezes afastamento de familiares, assim como sintomas de depressão ou elevado nível de ansiedade.

 

O acolhimento psicológico contribui para o autoconhecimento do adolescente possibilitando-o a realizar resgates e fortalecer-se emocionalmente, elevando sua autoestima. Por meio destes ganhos o adolescente passa a investir em conquistar o seu lugar no mundo e tornar-se mais feliz.

 

 

10 - Psicoterapia Adulto.jpg

Psicoterapia Adultos

 

A psicoterapia individual para adultos auxilia o indivíduo a clarificar, construir novas ferramentas para lidar consigo mesmo e com o mundo que o cerca. Ajudando a si próprio tanto na redução do sofrimento psicológico, como no desenvolvimento de habilidades pessoais e novos padrões de relacionamentos, pois parte de aflições que levam o indivíduo ao sofrimento que são geradas por ele próprio devido as crenças disfuncionais que foram alicerçadas ao longo de seu desenvolvimento.

 

A psicoterapia favorece o autoconhecimento e leva o indivíduo descobrir a maneira mais satisfatória de viver a vida, possibilitando uma autoestima mais elevada, autoconfiança e potencializando a capacidade de tomar decisões. Melhora também a qualidade de vida, a percepção dos sentimentos e comportamentos, além de investir em formas mais adaptativas.

 

 

11 - Psicoterapia de Casal.jpg

Psicoterapia de Casal

 

Trabalha as dificuldades no relacionamento afetivo e tem por objetivo diluir conflitos gerados na dinâmica do casal e a não manutenção destes conflitos.

 

A convivência a dois é uma tarefa árdua devido as diferenças de personalidade que cada um apresenta. A psicoterapia também proporciona ao casal a compreensão dos reais motivos que os levaram ao matrimônio, o que nem sempre fica evidente para ambos. Quando o casal ou uma das partes vê o casamento como meta de chegada depois de uma série de dificuldades espera, no mínimo, um final feliz como no conto de fadas. No entanto, quando o casamento começa a demonstrar sinais de desgaste o sofrimento é inevitável, pois o projeto de viverem felizes para sempre se encontra ameaçado.

 

As relações que no início eram prazerosas, já não o são mais. O individualismo começa a superar o que antes eram objetivos comuns. O que antes dava prazer, no presente se torna um peso a ser carregado e aquele sonho do casamento pode se transformar no pesadelo da separação.

 

A psicoterapia de casal pode auxiliar o casal na compreensão dos reais motivos que contribuíram ou estão contribuindo para o fracasso no relacionamento conjugal, com a identificação dos motivos o casal pode trabalhar em conjunto na superação dos obstáculos e sair fortalecido do sofrimento experimentado, seja no casamento, noivado ou namoro. O objetivo maior na terapia de casal é procurar junto com o casal desenvolver habilidades e ferramentas que poderão utilizar para compreender suas dificuldades e trabalhar em cima das mesmas, além de melhorar a relação tendo como base uma comunicação mais efetiva, identificar os objetivos comuns, desenvolver recursos não só para manutenção do compromisso, mas também de seu fortalecimento, trabalhar as diferenças individuais dentro do relacionamento, buscar entender as necessidades do outro e a valoração de cada cônjuge.

 

 

13 - Psicoterapia Idosos.jpg

Psicoterapia Idosos

 

Tem como finalidade o fortalecimento egóico, criar condições para que o idoso expresse conflitos em relação ansiedade, episódios depressivos, necessidade de adaptação ou reabilitação diante de uma doença ou condição de dependência, sexualidade, alcoolismo, perda de audição, perdas cognitivas, além dos medos gerados pela própria idade avançada.

 

É importante que a pessoa idosa aprenda a criar novas possibilidades para se permitir novas vivências apropriadas à faixa etária, fortalecer ou resgatar a autoestima pela troca de experiências e criar possibilidades para desenvolver projetos pessoais. A psicoterapia pode ainda trabalhar lutos relacionados as perdas ao longo da vida e em decorrência das modificações de papéis, tanto na sociedade como na família.

 

É sabido que qualquer fase do desenvolvimento humano exige adaptações, na velhice não é diferente, portanto é indispensável aprender a lidar com as mudanças e buscar novas ferramentas para enfrenta o novo. Nesse processo pode haver perdas e ganhos, porém se faz necessário para melhor qualidade de vida da pessoa idosa.

 

 

7 - Orientacao Vocacional.jpg

Orientação Vocacional

Para muitos adolescentes a escolha profissional (carreira) é um momento de muitas dúvidas e inseguranças, a orientação vocacional pode ser um importante espaço para compreensão de si mesmo e das diferentes carreiras para que o adolescente possa construir seu projeto profissional de modo engajado, levando em consideração seus desejos, interesses e aptidões.

 

A orientação vocacional constitui-se de uma gama de tarefas que inclui o pedagógico e psicológico e tem como objetivo o diagnóstico que visa a investigação, prevenção e soluções de conflitos vocacionais. Os procedimentos buscam prevenir ou resolver os fatores implicados neste processo de orientação frente a situação de escolha que constitui um momento crítico de mudança na vida do adolescente. Estas dificuldades emergem principalmente entre os 15 e 19 anos, sendo os conflitos explicitados com mais clareza em relação ao mundo adulto. É de suma importância que o adolescente elabore os conflitos, ansiedades e inseguranças que normalmente experimentam em relação ao futuro.

 

Para fazer uma escolha consciente e conhecer os motivos que o levam a optar por esta ou aquela carreira, é preciso entrar em contato com a própria história. Na escolha profissional é preciso refletir sobre a carreira escolhida, no entanto os modelos familiares podem influenciar no momento da escolha, por isso o adolescente deve refletir sobre a aptidão para a escolha em questão, pois sem esse processo de maturação poderá enfrentar dificuldades na hora de exercer a profissão.

 

O autoconhecimento é indispensável para realizar uma escolha bem-sucedida, para tanto o adolescente necessita desenvolver serenidade para fazer os seguintes questionamentos: quem sou, o que quero e para onde vou? Esse processo da identidade garante um pouco mais de segurança na hora da escolha.

 

 

12 - Psicoterapia Familiar.jpg

Psicoterapia Familiar

A terapia familiar destina-se a trabalhar os conflitos que bloqueiam a comunicação entre os membros da família, que surgem geralmente quando a família está passando por momentos de conflitos e desarmonia.

 

O foco da terapia familiar visa trabalhar o grupo, fazer resgate, construir pontes, desenvolvendo habilidades e possibilidades de diálogos que os auxiliem na resolução dos problemas, além de propiciar uma relação respeitosa e harmoniosa na instituição familiar, buscando melhorar a qualidade de vida dos membros que constituem este grupo.

 

A terapia abre espaço para trabalhar questões como: alcoolismo, dependência química, discordância no modelo educativo dos filhos, conflitos de geração, quadros depressivos, distúrbios alimentares entre outros.

 

A terapia familiar proporciona aos membros da família descobrir padrões disfuncionais de comportamentos que os levam aos conflitos ou a manutenção dos mesmos. Estes comportamentos podem contribuir para desenvolvimento de patologias, principalmente quando há crianças em desenvolvimento já que estas se encontram em fase de formação de identidade e personalidade. Quando as crianças ficam expostas as questões insalubres podem desenvolver sintomas como: stress infantil, depressão, transtorno de déficit de atenção/hiperatividade, ansiedade, medos, fobias, insegurança e baixa autoestima.

 

A terapia familiar vai atuar na reconstrução de valores pessoais positivos nas relações com filhos, assim como nas relações sociais e interpessoais proporcionando equilíbrio na organização da vida cotidiana.

 

 

psico de grupos.jpg

Psicoterapia de Grupo

A psicoterapia de grupo tem por objetivo levar o indivíduo receber e oferecer apoio, melhorar relacionamentos, comunicação interpessoal, falar sobre sentimentos, além de perceber e compreender os próprios sentimentos e comportamentos dentro e fora do grupo.

 

Compreender os sentimentos, pensamentos e comportamento de outras pessoas, aumentar a autoconfiança, a autoimagem, a autoestima e aprender a expressar sem medo ou ansiedade que por acaso sinta nas ocorrências do dia-a-dia.

 

Na psicoterapia de grupo o terapeuta atua como facilitador na participação e interação dos membros do grupo de modo que estes possam verbalizar livremente seus pensamentos e emoções, além de apoiar os participantes que se sentem embaraçados, visando sempre o fortalecimento da experiência emocional imediata no relacionamento com o grupo.

 

A psicoterapia de grupo proporciona por meio da interação entre os participantes promover o bem-estar dos indivíduos, diante dos problemas, angústias e dúvidas trazidas pelo grupo, todas as questões abordadas são mantidas em sigilo.

 

A psicoterapia de grupo pode beneficiar os participantes com a melhoria na qualidade de vida, superação da timidez através da criação de novas habilidades sociais, como por exemplo, aprender a ouvir e falar com o outro, também pelas descobertas que poderá realizar percebendo que não está sozinho. Estas percepções promovem o autoconhecimento, sentimento de ajuda e o fortalecimento emocional.